domingo, 12 de setembro de 2010

O entusiasmo alemão


Já estamos praticamente na metade de setembro. O tempo definitivamente passa rápido demais pro meu gosto.
Lembro como se fosse ontem do reveillon maravilhoso que passei ao lado dos meus amigos queridos em Berlim no ano passado. O trajeto Stuttgart-Berlim confesso que foi um pouco conturbado, mas os dias que passei na capital germânica compensaram todos os contratempos.
Passamos a virada na frente do Reichstag (parlamento alemão), pois o Brandenburger Tor já estava lotado. Éramos um grupo um tanto quanto notável - no meio de um bando de alemães com cara de mosca morta, cantávamos, dançávamos e rodopiávamos feito crianças pela neve, animadíssimos para o foguetório.
E é disso que eu quero falar, desse entusiasmo que todo alemão tem dentro de si. /ironic
Estávamos nós lá, uns dez brasileiros animadíssimos para a virada. Cantamos inúmeras músicas, dançamos até cairmos no chão. Faltavam cinco minutos para a virada. Conforme o tempo passava, mais eufóricos ficávamos.
De repente me dou conta de que todas pessoas ao nosso redor nos observam com cara de incredulidade e reprovação, provavelmente pensando "Oh mein Gott, spinnen sie?".
Meia-noite. O foguetório comeca, é 2010, é 2010!!! E os alemães... nada. Vocês não sabem o quão decepcionante foi ver que apenas nós festejávamos a virada e ver a cara de mosca-morta dos alemães observando os fogos.

Ai, desculpem, eu realmente nao achei uma foto que representasse melhor a cara deles. EHOAIEHAEHA
O episódio também se repete em jogos de futebol. No grito de gol já podemos sentir o tal do "entusiasmo" germânico. E o mesmo se repete em qualquer tipo comemoração. Chega a ser um absurdo.

Nada como um sangue latino correndo nas veias.

2 comentários:

João Vitor disse...

hmmmmm o que dizer o.o !?
Fato que pra qualquer festa aqui deve ser muito mais animado. O bom ai deve ser a oktober,fatooo, pq eu ia beber mto x.x''' iuhsauhiuaiasa

Ahhhh!! Nesse dia eu te liguei =DDDDDDD

;****
querida

Líh. disse...

Ô povinho broxante.